READING

Xiaomi volta a inovar: conheça a primeira moto elé...

Xiaomi volta a inovar: conheça a primeira moto elétrica movida a hidrogênio

Segway Apex H2 será a pioneira entre motocicletas híbridas no mundo, e conta com um design futurístico de tirar o fôlego

Não é só de celulares que vive a gigante chinesa Xiaomi. Consolidada como referência nos telefones com tecnologia 5G, a empresa lançou, por meio de sua subsidiária Segway, a primeira moto elétrica movida a hidrogênio no mundo.

Trata-se da continuação da linha Segway Apex, moto elétrica criada no final de 2019, cuja diferença principal se dá pela alimentação híbrida, isto é, a inserção de cilindros de hidrogênio no motor elétrico. Segundo a empresa, a inovação significa maior segurança e eficiência ao veículo e seus ocupantes.

De acordo com a Segway, a Apex H2 será produzida em dois anos, com previsão de entrada no mercado em 2023, pelo valor de aproximadamente US$ 10.700 (quase 60 mil reais). Na China, porém, já foi instaurada a pré-venda do produto – as reservas puderam ser feitas durante o mês de abril.

Composição

A nova motocicleta terá um motor elétrico de 60kW alimentado por dois cilindros, com duas células de hidrogênio cada. Esse compartimento pode não apenas ser trocado, como também recarregado, o que reduz o tempo necessário para reabastecimento em comparação com uma moto elétrica convencional.

Para se ter uma ideia, o processo de substituir/recarregar é semelhante ao que fazemos com o botijão de gás de cozinha. 

O design, por sua vez, mescla traços não apenas esportivos, mas também modernos e até futuristas. 

Ilustrando melhor: em geral, os veículos possuem um braço oscilante (ou bandeja de suspensão), responsável por ligar as rodas ao chassi, de modo a garantir segurança e estabilidade. No entanto, a Segway Apex H2 conta com duas – uma para cada roda -, o que faz com que a moto pareça estar flutuando enquanto trafega. 

Além disso, o modelo traz ornamentos especiais, como faróis horizontais já integrados a ele, bem como uma tela multimídia frontal de 7 polegadas.

Desempenho

A combinação eletricidade-hidrogênio possibilitará à Apex H2 alcançar uma velocidade máxima de 150 km/h, com aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4 segundos, além de 80 cv de potência. 

De acordo com a Segway, 1 grama de hidrogênio é suficiente para gerar 1 quilômetro de autonomia, embora a empresa não tenha revelado a autonomia total do veículo.

Xiaomi no mercado de veículos

Apesar de ser majoritariamente conhecida como fabricante de eletrônicos, sobretudo smartphones e itens relacionados, não é de hoje que a Xiaomi vem se aventurando no mercado de veículos.

Buscando unir seu poderio tecnológico ao transporte, a gigante chinesa já trazia em seu catálogo, por exemplo, capacetes inteligentes para motociclistas. E sua versatilidade não para por aí.

Em 2019, a Xiaomi lançou seu primeiro automóvel, em parceria com a FAW: o Bestune T77, cheio de estilo. O SUV com caixa de seis velocidades e potência máxima de 143 cv.


INSTAGRAM
SAIBA MAIS SOBRE