READING

Os equipamentos de segurança para motocicletas

Os equipamentos de segurança para motocicletas

É parte de toda profissão, principalmente para quem trabalha no trânsito, o conhecimento do risco. Para quem anda de moto, isso não seria diferente. Sabe-se que acidentes com motos representam 80% das internações oriundas de acidentes de trânsito. Por isso, é preciso estar atento e seguir todas as normas de segurança, entre elas o equipamento adequado.

Relembre os itens essenciais e a importância do uso:

1. Capacete

Nem seria tão necessário falar sobre o capacete. Ele é um item obrigatório e o principal, no quesito segurança. É mais que comprovado que os capacetes salvam vidas e preservam o condutor de quaisquer ferimentos na cabeça.

Além disso, ele é um item obrigatório e o seu não uso é considerada uma infração gravíssima. O uso também é obrigatório para o garupa. É importante também procurar um modelo autorizado e homologado pelo INMETRO.

2. Óculos

Os óculos são itens que também utilizamos fora da estrada, mas também são extremamente importantes para trazer um maior conforto. As lentes escuras são essenciais para os dias com sol forte, enquanto transparentes também ajudam a proteger os olhos contra detritos.

É necessário optar por materiais resistentes a impactos, como o policarbonato. Outra opção é utilizar capacetes com lentes escura, retrátil. Lembre-se que o uso de lentes escuras durante a noite não é permitida.

3. Jaquetas e calças

As jaquetas não servem apenas para proteger do vento e do frio, elas também podem te proteger contra acidentes, chuva e também do sol. Os modelos mais completos funcionam como uma armadura que protege costas, cotovelos e ombros.

Uma de suas principais desvantagens é que elas são pesadas e caras, mas são um ótimo investimento em segurança. Quem não tem condições de adquirir uma, pode optar por jaquetas grossas e corta ventos.

Assim como as jaquetas, as calças são importantes para proteger contra acidentes e até queimaduras acidentais na motocicleta. No mercado existem calças bastante resistentes, jeans e cordura são muito recomendadas.

4. Luvas

As luvas são de suma importância, em quaisquer tipos de passeios, sejam grandes viagens ou curtos percursos. Elas protegem as mãos de uma queda acidental, protegem da chuva e também do sol.

Os modelos de couro oferecem uma proteção completa, mas modelos como nylon e cordura também auxiliam. Também existem modelos mais simples que protegem a palma das mãos e os nós dos dedos, mas deixam as falanges de fora.

5. Calçados

Os calçados, além de ajudarem na condução da moto, são obrigatórios, como os capacetes. Um simples tênis já é suficiente, mas existem calçados específicos para motoqueiros e motociclistas, com reforços em pontos estratégicos, como os tornozelos, o que ajuda a evitar fraturas, lesões e queimaduras.

Quem não quer comprar um calçado novo pode optar por uma polaina. Esse item protege o calçado que a pessoa está utilizando de água e da temperatura do motor. Um item barato e prático.

6. Protetores de pescoço

Um dos maiores medos de quem anda com motocicletas são as linhas de pipas (papagaio ou pandorga – dependendo da região). Um equipamento simples é o protetor de pescoço, que é reforçado com hastes de metal e confeccionado com um material resistente.

Outra alternativa são as antenas. Elas ficam no guidão e servem como um freio para as linhas. Para ter o máximo de segurança, o ideal é utilizar os dois itens simultaneamente.

7. Protetor cervical

Por não possuir uma gaiola, as motocicletas apresentam um risco maior ao condutor. O protetor cervical serve para diminuir esse risco, pois imobiliza a cervical e impede que o pescoço sofra com o efeito chicote.

Além do protetor cervical, existe um protetor para coluna, que funciona como uma armadura que impede que a coluna do motoqueiro faça um movimento não natural.

8. Segunda pele

A segunda pele auxilia na preservação da temperatura do motociclista. Ela serve para reter o calor, nos dias mais frios, enquanto mantém a temperatura equilibrada nos dias mais quentes. Também serve como protetor contra a luz do sol.

9. Mata-cachorro

O nome assusta, mas ele não tem nada relação com a sua funcionalidade. Ele é um equipamento instalado na motocicleta com função de proteger as pernas do condutor em quedas de baixa velocidade ou em derrapagens.

Por conta de seu formato, o mata-cachorro também protege o motor da motocicleta. É importante ficar atento em engarrafamentos, pois ao pegar o corredor, a peça pode travar entre os carros.

10. Kit de emergências

Um item simples, mas que pode fazer toda diferença é o kit de emergências, o famoso EDC. Esse pequeno kit pode salvar o condutor de alguns perrengues, como furo em pneus ou queima de fusível.

Ele deve ser montado de acordo com as necessidades de cada motoqueiro. É fundamental analisar todo o ambiente em que a motocicleta está inserida para carregar materiais como:

  • Ferramentas básicas (alicates, chaves de fenda, de vela, de boca, allen e etc);
  • Câmara sobressalente;
  • Bomba de ar portátil;
  • Fita silvertape e isolante;
  • Canivete multiuso;
  • Lanterna
  • E outros.

Tudo isso deve ser carregado em uma pequena bolsa, algo que caiba na mochila ou no baú sem que pese muito.


INSTAGRAM
SAIBA MAIS SOBRE