Vespa: 75 anos da marca

Conheça um pouco mais da história desse ícone italiano e a coleção especial feita para seu aniversário

Em 2021, a Piaggio Vespa completa 75 anos de história. As charmosas máquinas italianas ganharam um enorme destaque nas décadas de 1950 e 60, e são, até hoje, objeto de desejo para amantes do motociclismo nostálgico. 

Visando celebrar o seu aniversário, que ocorreu dia 23 de abril deste ano, a marca preparou uma coleção. As Vespas Primavera e GTS – Edição Especial de 75 anos terão suas vendas iniciadas a partir deste mês de maio. 

Continue a leitura para saber mais sobre o histórico da empresa e os modelos comemorativos. 

Um pouco da história da Vespa

Em um cenário pós-guerra, a criação da Vespa partiu de Enrico Piaggio – criador da marca Piaggio, na época fabricante de carros de passeio e aviões – que viu grande oportunidade de uso de um veículo menor para transitar nas cidades. 

Durante o processo de fabricação, o fundador pensou no nome Vespa, justamente pela associação ao inseto, devido aos retrovisores que lembravam antenas e o ronco do motor, parecido com o barulho do animal.  

Logo, a charmosa scooter italiana teve seu início em 1946, quando o primeiro modelo (Vespa 98) foi apresentado em Roma, cativando olhares do público e da mídia. 

Com o tempo, a elegância e beleza italianas também foram associadas à marca. Nem é preciso dizer que, a partir disso, a venda teve grande sucesso, garantindo até hoje sua presença nas ruas ao redor do mundo.  

No cenário atual, seus produtos são comercializados em 83 países, partindo de apenas três fábricas: a inicial em Pontedera, na Itália, que produz para a Europa, Américas e outros mercados ocidentais; em Vinh Phuc, no Vietnã, que atende ao leste e sudeste da Ásia; e a última em Baramati, Índia, atendendo o país indiano e o Nepal. 

A coleção comemorativa – 75 anos

Em produção no momento e prestes a fazer, oficialmente, sua estreia, temos a coleção comemorativa de 75 anos da Vespa. Fazem parte dessa seleção exclusiva apenas os dois mais renomados modelos da marca: Primavera e GTS. 

Essa versão limitada traz um esquema de cores único, apelidado de “Giallo 75th”, fazendo referência à tonalidade popular dos anos 40. Na lateral da scooter, foi adicionado de maneira sutil o número 75, com um tom um pouco mais forte do que o fundo. 

Há uma bolsa de couro localizada na traseira, que, além de funcional, também remete ao estepe visto nas Vespas clássicas do final dos anos 40 e início dos 50. 

Os clientes norte-americanos receberão a novidade em breve. As edições comemorativas chegam aos Estados Unidos neste mês de maio, e ao Canadá em junho. 

Quanto aos valores dos especiais de 75 anos, em dólares americanos, já se sabe que a Vespa Primavera S 50cc custará U$4.499; a Primavera S 150cc um total de U$5.849 e a GTS Super Tech –  versão exclusiva para o mercado estadunidense – valerá U$7.949. 

A coleção só será produzida em 2021, sendo, portanto, limitada. Uma curiosidade é que ao longo desta linha, uma GTS 300 – Edição Especial de 75 anos registrou o marco de 19 milhões de unidades produzidas pela firma. 

No Brasil

A Vespa chegou ao Brasil em 1958, pela empresa Panauto. O ápice de seus exemplares durou até os anos 80, quando Yamaha e Honda chegaram com motos muito mais fortes e mais potentes. 

Atualmente, são vendidos quatro modelos da Vespa em território nacional: Club 125; Club ZX 125; Classic VXL 150 e Notte 125. O comércio é feito, principalmente, pelo site oficial da marca no país. 

Já sobre a linha comemorativa, há a possibilidade de que essa venha para os clientes brasileiros, mas ainda é uma chance remota, principalmente por causa da alta do dólar, segundo pronunciamento da empresa. 


INSTAGRAM
SAIBA MAIS SOBRE