READING

Conheça o mecânico de motos Paulo Quintiliano

Conheça o mecânico de motos Paulo Quintiliano

Entenda a data e veja a trajetória do proprietário da P&K mecânica de motos

No dia 27 de julho é comemorado nacionalmente o dia do motociclista. A data abrange todos aqueles que são apaixonados por motos. Seja por hobby ou profissão, o importante é fazer parte da cultura da motocicleta. 

Antes da oficialização desta data, não havia unidade em relação à comemoração. Pensando em dar a devida importância à classe, a Associação Brasileira de Motociclistas (ABRAM) resolveu intervir e definir um dia para o país inteiro comemorar.

No ano em que a associação resolveu dar uniformidade a data, faleceu o mecânico Marcus Bernardi. O também motociclista trabalhava na honda, e por ser um entusiasta do movimento, sua morte gerou uma grande comoção na classe. 

A reação foi tanta que, mesmo 10 anos depois, em 1984, o deputado Alcides Franciscatto propôs a institucionalização do dia do motociclista em homenagem ao mecânico: 27 de julho, dia de seu falecimento. A data foi aceita pelos setores organizados, como a própria ABRAM.

Desde aquela época, já era possível ver a influência que a Honda possuía – e ainda possui – no mercado. Tal prestígio é percebido pelo mecânico Paulo Quintiliano, que afirma maior presença da marca em sua oficina. 

“CG 150 E 160”, ele diz como os modelos mais recorrentes que precisa arrumar. Somente em junho de 2021, um levantamento da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) mostrou que foram vendidas mais de 25 mil unidades da CG 160. 

A pesquisa também mostra que, entre as scooters, a Honda Pop 110i é o segundo modelo mais vendido – o mesmo que Paulo possui. “Tenho essa paixão desde novo. Com 12 anos, comecei a mexer com motos”, ele explica.

Atualmente, o mecânico é o proprietário de sua própria oficina, a P&K mecânica de motos(https://www.instagram.com/_paulinho_moto/), localizada em Taboão da Serra. A ideia de ser dono de um negócio surgiu enquanto ainda era funcionário em outra empresa. “Uma amiga chamada Camila que me incentivou a abrir minha própria oficina”. 

Entre um reparo e outro, ele explica os principais serviços que aparecem no dia a dia: “Freio, relação de óleo e revisões em geral”. A dica do mecânico é a mesma dita por todos, mas de suma importância para a saúde do veículo e segurança do condutor, manter as revisões em dia.

Trabalhar com motos parece ser o sonho de todo apaixonado pela cultura da motocicleta. Paulo, no entanto, pontua o lado negativo. “Você explica, mas muitos não aceitam o defeito em suas motos”.

Para o futuro, Paulo almeja seguir e melhorar na profissão. “Quero sempre estar evoluindo em prol das motos e clientes, tentando oferecer sempre um bom atendimento e serviço”.


INSTAGRAM
SAIBA MAIS SOBRE