Aprenda a identificar problemas nos discos de freio

 Aprenda a identificar problemas nos discos de freio

Saiba quais sinais a moto apresenta quando seu freio a disco não está funcionando bem

Com o uso constante e o passar do tempo, a motocicleta naturalmente se desgasta, o que inclui seus principais componentes. O freio, por exemplo, é essencial pois mantém o piloto e demais motoristas seguros nas vias. Entretanto, esse item não tem seu funcionamento sempre intacto, pelo contrário. 

É preciso saber preservar essas peças e, claro, a hora ideal de realizar a manutenção. Portanto, se o seu freio for a disco, fique atento aos sinais de que os discos de freio não estão operando corretamente. 

Sinais que o freio a disco está com problemas

1- Motocicleta vibrando ao frear 

Um sinal claro que o freio não está em boas condições é sentir incômodos tremores durante a frenagem. Isso é um indício de que, possivelmente, o freio está empenado, algo comum no universo das duas rodas. O motivo para esse cenário é que, com o uso, o disco de freio vai sendo deformado, pelo contato intenso com as pastilhas. O desgaste é acentuado dependendo das condições de rodagem ou de algum problema na instalação. 

Vale ressaltar que se a trepidação vier acompanhada de ruídos metálicos, é provável que as pastilhas também estejam prejudicadas. Além dos sinais sonoros e da vibração, você perceberá que a moto apresentará frenagens instáveis, impedindo que haja um controle pleno sobre o veículo. 

Portanto, se qualquer um desses sinais aparecer, informe um mecânico assim que possível! 

2- Freio com pouca resistência

Outro indicativo que o sistema de freio não está operando da maneira correta é a sensação de que o freio está “borrachudo”, ou macio demais, o que normalmente é fácil de identificar. Isso acontece porque o manete do freio está com mais folga, aparentando ser mais macio, o que também pode apontar haver um pouco de ar no cabo de óleo. Uma simples sangria resolve esse caso. 

Em outros cenários, essa sensação também pode aparecer com pastilhas novas, que ainda não foram inauguradas e, portanto, não se moldaram no disco. Com algum tempo de uso, a situação ficará normal. 

3- Dificuldade ou demora para frear

Esse é, provavelmente, o sinal mais urgente de que seu freio a disco não está funcionando bem. Normalmente, o sistema de freio a disco é rápido e eficaz, freando apenas com uma leve pressionada no manete de freio. 

Se, ao acionar o mecanismo, você sentir que a frenagem não acontece rapidamente, ou que há dificuldade para acioná-la, consulte um mecânico de sua confiança. O pedal duro demais é um sinal que o desgaste está avançado. Continuar pilotando uma moto nesse estado pode causar acidentes graves!

4- Luz de freio acesa no painel

Assim como em outros veículos, as luzes do painel de uma moto informam o proprietário de alguns dados essenciais. Um dos alertas notificado é a luz de freio, geralmente na cor vermelha, ilustrada por um ponto de exclamação entre parênteses.

Embora seja o mesmo aviso de quando o freio de mão está engatado, quando esse não é o caso, o problema consiste em outros itens do sistema – podendo ser o disco, as pastilhas, ou o nível baixo do fluido de freio. 

Esse alerta é, literalmente, a moto comunicando ao piloto que algo está errado, então nada de ignorá-lo! Na verdade, o ideal é que o seu veículo não precise chegar ao nível de apresentar a luz no painel, já que revisões periódicas verificam o estado do freio. 

5- Barulho ao frear

Finalizando a lista com o sintoma mais nítido, todo condutor deveria saber que os barulhos de um veículo podem ser importantes indicativos de seu estado de funcionamento. 

Se, durante a frenagem, você ouvir um barulho de metal raspando, isso significa que as pastilhas estão gastas e precisam ser trocadas o quanto antes. O motivo do barulho é que, sem as pastilhas, os pistões continuaram empurrando as pinças, mas não há um item que amenize o atrito. 

Como resolver o problema nos freios

Para resolver algum problema nos freios, peças fundamentais para a segurança, o recomendado é sempre entrar em contato com seu mecânico de confiança. Em alguns casos, a busca por ajuda deve ser feita de modo urgente. 

Quanto aos valores, esses podem variar bastante. Um sistema de freio a disco para motocicletas de 150 cc custa de R$200 a R$350, e para exemplares de cilindrada média, de 250cc até 330cc, os preços variam de R$400 a R$ 500. 

Esses números são sem considerar a mão de obra, a qual pode elevar o valor final em até R$ 300, dependendo do veículo, da qualidade das peças e da oficina. De qualquer maneira, por mais que não seja nada barato, esse serviço de substituição é indispensável. Adiá-lo ou ignorá-lo coloca a sua vida em jogo e, claro, o funcionamento da moto também será comprometido.

Compartilhe