READING

100 da Guzzi: Uma história de inovação, conquistas...

100 da Guzzi: Uma história de inovação, conquistas e lealdade a valores

Fabricante italiana chega a um século de idade respeitando os ideais que a consolidaram no mercado

Quando se fala em uma marca que preza pelo respeito a princípios e valores antigos, muita gente pode pensar que ela deve ter parado no tempo. Por vezes, paixão por tecnologia e manutenção de conceitos seculares são vistos como conflitantes, contraditórios. Não é o caso da Guzzi, fabricante italiana de motos que completa 100 anos em 2021.

A renovação constante que fez com que a marca conseguisse sobreviver um século no mercado, continuando a despertar interesse dos consumidores, mantém os valores de autenticidade e estilo que são tradicionais da Guzzi.

A mistura entre tecnologia e conceito clássico é uma das mais notáveis características da fabricante italiana. Também comum entre as motos da marca é sua origem: todas foram concebidas na fábrica situada em Mandello del Lario, pequena comuna na região da Lombardia, na Itália.

A águia de asas abertas, símbolo da Guzzi, se originou dos ideais militantes de Carlo Guzzi e Giorgio Parodi, marinheiros reais italianos, que representaram seu país na época da Primeira Guerra Mundial. Enquanto o grande conflito armado ocorria, os dois amigos, em parceria com Giovanni Ravelli, tiveram a ideia de se dedicar à fabricação de motocicletas depois que a luta armada terminasse.

Vítima de um acidente antes do final da segunda década do século XX, Ravelli não conseguiu participar do desenvolvimento da marca. Os amigos Guzzi e Parodi, então, escolheram a águia como forma de se lembrar do amigo falecido.

Em cem anos de existência, a Guzzi trouxe 14 títulos mundiais de moto à Itália, se notabilizando pelo ideal vencedor. A marca também ganhou fama de ser a fabricante das motos de grandes viagens, depois que Giuseppe Guzzi alcançou o círculo polar pilotando o GT “Norge”, em 1919. É muita história.

 

 


RELATED POST

INSTAGRAM
SAIBA MAIS SOBRE